PROGRAMA BALADA DA FADA

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Estado nutricional de idosos hospitalizados é tema de pesquisa

Equipe de nutrição do São Cristóvão Saúde avalia o papel dos profissionais da área em relação à recuperação do estado nutricional dos idosos internados e quanto isso interfere em sua alta e em novas internações

Com o objetivo de identificar se há relação entre o estado nutricional de pacientes da terceira idade com o tempo de internação, reinternação e óbitos em hospitais privados, uma equipe de nutricionistas do São Cristóvão Saúde realizou um estudo com 186 idosos que estavam hospitalizados entre os meses de maio a julho deste ano.

Segundo Fátima Corradini, supervisora de gastronomia e nutrição do São Cristóvão Saúde e uma das pesquisadoras, os grupos de pacientes foram submetidos à avaliação nutricional para identificar o quanto essa recuperação interfere em sua alta e em reinternações futuras. A literatura usada como base aponta que idosos com risco nutricional ou desnutridos evoluem com a piora do quadro clínico geral. “Estudamos dois grupos hospitalizados, sendo um eutróficos (bem nutridos) e o outro em risco nutricional e notamos que a realidade condiz com o material teórico. O resultado nos mostrou que é importante o acompanhamento nutricional na recuperação dos internados e que o nutricionista é o profissional mais preparado para acompanhar e intervir na evolução do quadro”, afirma.

Os dados da pesquisa apontam que o grupo de pacientes eutróficos tem os melhores índices de tempo de internação (9 dias em média), menos ocorrência de óbitos (5,4%) e de reinternação (7,6%). Os pacientes considerados em risco nutricional passam mais dias internados (12,6), têm mais chances de óbito (25,5%) e de reinternação (26,6%).

A nutricionista comenta ainda que a manutenção do estado nutricional é importante para a recuperação da saúde dos pacientes internados, já que pode atenuar mudanças decorrentes do envelhecimento e favorecer o sistema imunológico. “Embora não haja relação entre a desnutrição e a permanência no hospital, pacientes desnutridos tendem a ser submetidos a internações mais prolongadas e até mesmo ter algum tipo de complicação em seu quadro clínico”, explica.

Por isso, a identificação precoce e a intervenção desses fatores podem representar benefícios no desfecho clínico, com redução de custos e do tempo de internação, redução das taxas de morbidade e mortalidade, evolução clínica favorável e melhora na qualidade de vida. “Ressaltamos a importância do profissional de nutrição em acompanhar a evolução de seus pacientes e interferir de forma positiva na sua melhora”, esclarece Fátima.

São Cristóvão Saúde - Administrado pela Associação de Beneficência e Filantropia São Cristóvão, o grupo São Cristóvão Saúde é constituído pelo Hospital e Maternidade, Plano de Saúde e Hotel Recanto São Cristóvão, instalado em Campos do Jordão. Tradicional no atendimento aos moradores da Zona Leste paulistana, o São Cristóvão Saúde completa 100 anos, em 2011, e vem promovendo uma grande modernização em sua estrutura de atendimento, investindo em equipamentos, tecnologia da informação e profissionais qualificados. Atualmente, o Hospital e a Maternidade São Cristóvão contam com 220 leitos, além do Centro Ambulatorial que realiza, diariamente, mais de mil consultas, proporcionando qualidade assistencial ao Plano de Saúde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.