PROGRAMA BALADA DA FADA

sábado, 8 de janeiro de 2011

Kassab vistoria dique e piscinão na região do Jardim Romano

As obras, que já evitaram alagamentos e inundações nos últimos dois meses, estão praticamente finalizadas. Moradores elogiaram ação da Prefeitura.

Foto de João Luiz/Secom


As obras para contenção de enchentes iniciadas em abril de 2010 no Jardim Romano, Zona Leste, já estão em fase final e foram vistoriadas nesta segunda-feira (3) pelo prefeito Gilberto Kassab. As intervenções incluem a construção de uma canaleta coletora de águas pluviais, um dique e um pôlder (piscinão) para combater alagamentos na região.

"Estamos priorizando algumas ações que, ao longo das últimas décadas, foram deixadas de lado. Chegou a vez de São Miguel, do Jardim Pantanal e do Jardim Romano. Tivemos a felicidade de intervir acertadamente aqui em uma operação rápida, seja no campo social ou no da infra-estrutura. Dois meses depois das chuvas terem se iniciado, nós não tivemos nenhum problema de alagamento neste local", explicou Kassab.

Para evitar que as águas do Rio Tietê e do córrego Três Pontes avancem para as áreas mais baixas do Jardim Pantanal, foi construído um dique de aproximadamente 1.600 m de comprimento. O dique é uma estrutura de barragem que foi erguida na divisa com o município de Itaquaquecetuba, ao lado do CEU Três Pontes e na área alagadiça do Rio Tietê.

Uma canaleta coletora de águas pluviais também foi construída. Localizada entre o dique e o CEU Três Pontes, a canaleta coletará a chuva das ruas e bairros vizinhos e escoará até o piscinão, com capacidade para 15 mil m3 de água. O novo reservatório possui cinco bombas de recalque com vazão de 800 litros por segundo cada bomba, responsáveis por devolver a água ao Rio Tietê e evitar que ela fique represada nos bairros.

As obras são fruto de uma parceria entre o Governo do Estado (R$ 38.939.043,25) e a Prefeitura (R$ 31.610.039,13) e integram o futuro Parque Várzeas do Tietê. No futuro, a estrutura do dique será usada para a implantação de uma via de circulação, ciclovia ou pista de caminhada.

Para a construção do pôlder, 389 famílias foram retiradas do terreno e optaram pelo aluguel social ou verba para comprar imóvel em outra localidade. Durante o período em que o bairro ficou alagado a Prefeitura, por meio da Secretaria de Habitação (Sehab), cadastrou mais de 10 mil famílias no Jardim Pantanal e pagou Auxílio Aluguel de R$ 1.800 (referente a seis meses de aluguel de R$ 300 por mês) para as famílias que foram retiradas do local. Outros R$ 200 foram pagos a essas famílias para dar suporte para a mudança.

Após a vistoria, o prefeito Gilberto Kassab percorreu algumas ruas do bairro e foi abordado por moradores que elogiaram a conclusão das obras. "As obras ficaram muito boas. Hoje não estamos mais debaixo d'água", disse o morador José de Souza Bispo.

Parque Várzeas do Tietê

Idealizado pelo Governo do Estado, o Parque Várzeas do Tietê terá 75 km de extensão e 107 km² de área. Ele será o maior parque linear do mundo e beneficiará diretamente a população dos municípios da Bacia do Alto Tietê: São Paulo, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Poá, Suzano, Mogi das Cruzes, Biritiba Mirim e Salesópolis. O projeto prevê recuperar e preservar a função ambiental das várzeas, assegurar o controle de cheias, criar opções de lazer, turismo e cultura.

O programa será implantado em três etapas e irá favorecer diretamente três milhões de pessoas na Zona Leste da Capital. Na primeira, terá 25 km de extensão, ao longo das margens do Rio Tietê, desde a barragem da Penha até a divisa com Itaquaquecetuba, envolvendo os municípios de São Paulo e Guarulhos. A conclusão dessa etapa está prevista para 2012.

Já a segunda fase, com 11,3 km, abrange a várzea do rio em Itaquaquecetuba, Poá e Suzano, com previsão de término em 2014. O terceiro trecho, de 38,7 km, que vai de Suzano até a nascente do Tietê, em Salesópolis, deverá ficar pronto em 2016. Essa parte final abrange os municípios de Mogi das Cruzes e Biritiba Mirim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.