PROGRAMA BALADA DA FADA

sábado, 21 de julho de 2012

SP Escola de Teatro abre Processo Seletivo 2013



Chegou a hora de abrir novas vagas para os oito Cursos Regulares da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco. As inscrições começam nesta segunda-feira (23) e seguem até 23 de agosto. 

Para se inscrever nos cursos, que têm 139 vagas, distribuídas entre os períodos matutino e vespertino do primeiro semestre de 2013, os interessados precisam ser maiores de idade (ter 18 anos completos até a data de início das atividades letivas da Escola) e possuir Ensino Médio completo. As inscrições devem ser feitas online, a partir das 12 horas do dia 23 de julho e sempre até as 18 horas, no site: HTTP://
www.institutomais.org.br. A taxa para efetuar a participação no Processo Seletivo é de R$ 35 (mas, em certos casos, é possível solicitar a redução de 50% deste valor. Saiba quais são os requisitos para ter acesso a esse benefício no Capítulo 2 do Edital do Processo Seletivo:http://www.institutomais.org.br/Concursos/SP-Escola-de-Teatro---Processo-Seletivo-01-13/Detalhe).

O Processo Seletivo será realizado em duas fases. A primeira, de caráter eliminatório, tem dez questões objetivas de múltipla escolha e uma redação, e está prevista para 16 de setembro de 2012. O edital de convocação para a realização das provas da primeira fase deve ser divulgado em 5 de setembro de 2012. 


Já a segunda fase, de caráter eliminatório e classificatório, será composta por provas de aptidão, aplicadas pelos coordenadores dos Cursos Regulares da Instituição, e sua realização ocorrerá somente após divulgação do resultado da primeira fase. Essa etapa está prevista para acontecer entre os dias 15 de outubro e 24 de novembro. 

Conheça um pouco mais sobre cada curso e seu respectivo número de vagas e período:

I - Atuação (8 vagas – período vespertino)
Coordenador: Francisco Medeiros
O curso de Atuação destina-se à formação de atores-criadores. Entenda-se como ator-criador aquele que, como artista, tanto dialoga com as orientações gerais da encenação, definidas pelo diretor e toda a equipe, como assume a responsabilidade pelo desenvolvimento do seu processo de trabalho, vivenciando-o de forma independente em suas pesquisas e opções estéticas.  O curso pretende estimular a formação por intermédio da consciência da função social do artista e da sensibilidade crítica do ator para o mundo contemporâneo.
II - Cenografia e Figurino (18 vagas – períodos vespertino e matutino)
Coordenador: J. C. Serroni
A partir de conhecimentos básicos da área, o curso de Cenografia e Figurino capacitará os interessados em ingressar profissionalmente nesse universo. O curso abrangerá também o estudo das cenografias de áreas como cinema, televisão, exposições, eventos, entre outras. As aulas teóricas e práticas são complementadas por meio de contato com diversos profissionais experientes do setor.
III – Direção (16 vagas – períodos vespertino e matutino)
Coordenador: Rodolfo García Vázquez
O curso de Direção tem como função preparar encenadores com visão crítica e ampla sobre a sociedade e o fazer teatral. Formará encenadores que saibam lidar com todos os âmbitos da encenação e ordenar o fluxo de trabalho do processo de criação teatral através de uma expressão teatral singular. O curso abordará o estudo e a experimentação de diversas linguagens cênicas. O candidato deverá comprovar experiência de 5 (cinco) anos de atividade teatral por intermédio de um currículo circunstanciado, a ser apresentado na data da entrevista.
IV – Dramaturgia (14 vagas – períodos vespertino e matutino)
Coordenação: Marici Salomão
O curso, inédito no Brasil, visa despertar e instrumentalizar novos dramaturgos, em vários modos de produção textual. Equilibra teoria, técnica e prática, incluindo conteúdos que compõem a base de criação para outras mídias. Os textos criados pelos aprendizes são analisados em grupo e em plantões individuais, com dramaturgos especializados, e podem vir a ser publicados, lidos publicamente e/ou montados. O curso visa, ainda, a formação teórica e prática sobre postulados mais recentes, como o dramaturgismo.

V – Humor (17 vagas – períodos vespertino e matutino)
Coordenação: Raul Barretto
O curso de Humor visa a formação de humoristas e comediantes, capacitando-os para a atuação cênica. São contempladas a formulação de arquétipos, criação de personagens cômicos e a elaboração de uma dramaturgia cômica. Busca-se um ator-criador que contextualize sua obra e compreenda a dimensão histórica da função social do riso. O curso estará sintonizado com o fazer e o saber teatral de seu tempo.

VI – Iluminação (21 vagas – períodos vespertino e matutino)
Coordenação: Guilherme Bonfanti
O curso visa a qualificar aprendizes interessados na iluminação dentro do âmbito da arte.  Um dos seus propósitos é unir tecnologia de ponta com o que existe de mais artesanal nas maneiras de utilizar a iluminação, ressaltando a criatividade do técnico-artista e as alternativas na concepção de luz. Por meio da educação do olhar, o curso promoverá a aproximação de áreas importantes para a formação do artista da luz, em especial, artes visuais, cinema e música.
VII – Sonoplastia (22 vagas – períodos vespertino e matutino)
Coordenação: Raul Teixeira
O curso propõe a formação do aprendiz por meio de conhecimentos ligados à comunicação pelo som. O curso abrangerá estudos teóricos e práticos de diversos meios de produção de som, como música, ruídos ou voz. Trata-se da formação do sonoplasta com ênfase na dramaturgia sonora, teoria musical, repertório, técnicas em sonoplastia e práticas sonoras. As propostas do curso envolvem a música no teatro, cinema, rádio e televisão.

VIII - Técnicas de Palco (Cenotecnia) (23 vagas – períodos vespertino e matutino)
Coordenação: J. C. Serroni
O curso visa capacitar aprendizes interessados em se tornarem técnicos de palco. O que seria um técnico de palco? Aquele profissional que trabalha nos bastidores do teatro, auxiliando na construção e funcionamento do espetáculo. Em um mercado de trabalho atualmente tão carente desse profissional, o técnico de palco pode ser cenotécnico, diretor de cena, contrarregra, aderecista ou maquinista de espetáculos. A formação consiste em aulas teóricas e práticas, em ateliês e/ou oficinas. São quatro semestres com aulas presenciais, sendo um deles voltado também para o estágio obrigatório.

SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco
Sede Brás : Avenida Rangel Pestana, 2.410 – Brás
Sede Roosevelt: Praça Roosevelt, 210 – Consolação
Mais informações: tel. (11) 2292-7988
Informações:SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco
Fone: (11) 2292-7988
Horário: de 2ª a 6ª feira, das 9h às 18h
www.spescoladeteatro.org.br <http://www.spescoladeteatro.org.br> 


Publicidade:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.