PROGRAMA BALADA DA FADA

domingo, 4 de março de 2012

Mooca Plaza Shopping traz show de mágico Paul e Jack no Projeto Vitrine da Cultura

Evento é gratuito e ocorre no dia 09 (sexta-feira); programação mensal conta também com teatro de bonecos (16) e show de marionetes (23); espetáculos são realizados às 19h30

Todas as sextas-feiras entre 09 de março e 12 de abril, o Mooca Plaza Shopping promove o Projeto Vitrine da Cultura e traz entretenimento gratuito para toda a família. Com o slogan “o show + loko do Brasil”, a apresentação de Mágica Paul e Jack é a primeira e acontece no dia 9, às 19h30, no piso L1. O show tem duração de uma hora e as crianças, jovens e adultos irão se divertir com as mais de quinze mágicas interativas.
“Os personagens que fazem mais sucesso são o baralho que vira um rato, uma carta projetada no quadro da Monalisa e um paraquedista maluco que traz uma encomenda impossível”, conta o ilusionista.
Durante o mês, haverá também Teatro de Bonecos com Zoo Ilógico, no dia 16, e Show de Marionetes, no dia 23.
O Mooca Plaza Shopping, do grupo BRMALLS, está localizado na Rua Capitão Pacheco e Chaves n°313, entre os bairros da Mooca, Vila Prudente e Ipiranga, com fácil acesso pela Rua Paes de Barros e pelo Viaduto Capitão Pacheco e Chaves. Possui mais de 230 lojas e é o mais novo ponto de referência de lazer, cultura, passeio e compras para a região. Outras informações podem ser obtidas no site www.moocaplaza.com.br.
Serviço
Local: Mooca Plaza Shopping
Endereço: Capitão Pacheco e Chaves, 313
Telefone: 3548-4501
Gratuito
Paul e Jack
Data: 09/03
Hora: 19h30
Teatro de Bonecos com Zoo Ilógico
Data: 16/03
Hora: 19h30
Show de Marionetes
Data: 23/03
Hora: 19h30
SOBRE A BRMALLS
A BRMALLS é a maior empresa integrada de shopping centers do Brasil, com participação em 46 shoppings, que totalizam 1.466,3 mil m² de Área Bruta Locável (ABL) e 809,0 mil m² de ABL próprio. A BRMALLS é a única empresa nacional de shopping centers com presença em todas as cinco regiões do Brasil, atendendo aos consumidores de todas as diferentes classes sociais no país.

Cursos Online na Área de Dia a Dia

Bolsa Universidade tem 2.533 vagas na Região Metropolitana de São Paulo

Universitários de todo o Estado podem se inscrever a partir de hoje (02/03)
Estudantes receberão bolsa integral para atuar como educadores nas escolas públicas que participam do programa Escola da Família

Começaram as inscrições para o projeto Bolsa Universidade da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. São mais de 8 mil vagas para estudantes universitários interessados em atuar como educadores do programa Escola da Família em escolas públicas de todo o Estado. Somente na Grande São Paulo são 2.533 vagas.
Para se candidatar é preciso estar regularmente matriculado em uma instituição de ensino superior conveniada ao programa, não receber outra bolsa, financiamento ou similar, proveniente de recursos públicos e ter disponibilidade para atuar como educador universitário aos finais de semana.
O prazo para inscrições vai até o próximo dia 13 e, para efetuá-las, os interessados devem acessar o pop-up “Inscrições para o Programa Bolsa Universidade” no site http://escoladafamilia.fde.sp.gov.br, que também dispõe da relação de vagas e instituições de ensino conveniadas. Os critérios de seleção podem ser consultados no regulamento disponível no portal do programa.
O estudante contemplado receberá bolsa integral de seu curso, custeada pela Secretaria, que arca com o valor proporcional a 50% da mensalidade, desde que não ultrapasse o teto de R$ 310, e pela instituição de ensino, que completa o restante da mensalidade. Em contrapartida, o universitário atuará como educador, aos sábados e domingos em uma unidade participante do Escola da Família, auxiliando no desenvolvimento das atividades previstas pelo programa.
Outras informações podem ser obtidas junto à Central de Atendimento da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), pelo telefone 0800 777 0333 ou pelo e-mail escoladafamilia@fde.sp.gov.br.
Vagas disponíveis por diretoria de ensino na região metropolitana
Diretoria de Ensino
Nº de vagas disponíveis
Caieiras
177
Carapicuíba
156
Centro (São Paulo)
32
Centro-Oeste (São Paulo)
63
Centro-Sul (São Paulo)
59
Diadema
52
Guarulhos Norte
37
Guarulhos Sul
33
Itapecerica da Serra
132
Itapevi
148
Itaquaquecetuba
61
Leste 1 (São Paulo)
48
Leste 2 (São Paulo)
78
Leste 3 (São Paulo)
48
Leste 4 (São Paulo)
70
Leste 5 (São Paulo)
28
Mauá
212
Mogi das Cruzes
33
Norte 1 (São Paulo)
173
Norte 2 (São Paulo)
83
Osasco
64
Santo André
82
São Bernardo do Campo
62
Sul 1 (São Paulo)
119
Sul 2 (São Paulo)
191
Sul 3 (São Paulo)
138
Suzano
64
Taboão da Serra
90
Total Geral
2533
Sobre o programa Escola da Família
Desde 2003, o Escola da Família aproxima sociedade e escola promovendo a integração de estudantes, crianças, jovens, adultos e idosos com um trabalho que sociabiliza, diverte e educa. Por meio do programa, as unidades escolares da rede pública de São Paulo são abertas aos sábados e domingos à comunidade local, para realização de atividades voltadas ao esporte, à cultura, à saúde e ao trabalho, os quatro eixos do programa.
As atividades são promovidas com o auxílio de profissionais da Educação, voluntários e educadores universitários e visam à inclusão social, tendo como foco o respeito à pluralidade e uma política de prevenção que concorra para uma qualidade de vida cada vez melhor.


Curso online de Carga Horária em Educação a Distância

Estados receberão R$ 4,2 milhões para reduzir déficit carcerário

De 5 de março a 5 de abril, os estados e o Distrito Federal poderão apresentar ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen) do Ministério da Justiça propostas para a implantação de Núcleos de Acompanhamento das Penas e Medidas Alternativas e de Defesa dos Presos Provisórios. No total, serão investidos R$ 4,2 milhões nas duas ações com o objetivo de reduzir o déficit carcerário e a reiteração (reincidência) criminal.


A Portaria com as regras para apresentação de propostas foi divulgada na sexta-feira (2/3) no Diário Oficial da União (DOU). O valor mínimo por projeto é de R$ 100 mil, somados os recursos do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) e os referentes à contrapartida da unidade federativa. A previsão é que, em até dois anos, os estados contemplados implantem seus núcleos.

Por meio de uma equipe multidisciplinar (que inclui assistentes sociais e pedagogos, por exemplo), o Núcleo de Acompanhamento das Penas e Medidas Alternativas prestará atendimento psicossocial ao apenado para assegurar o cumprimento da sentença e avaliar se a punição está surtindo o resultado esperado. Também é objetivo ressocializar e induzir a pessoa à reflexão sobre a infração cometida. São passíveis de penas alternativas os delitos cuja pena seja inferior a quatro anos.

Já o Núcleo de Defesa dos Presos Provisórios atende a pessoa desde a prisão e coloca à disposição do acusado não-condenado uma equipe formada por psicólogos, assistentes sociais e pedagogos. Defensores públicos vão buscar a liberdade, ainda que provisória, e a reinserção social e profissional do acusado.

Projetos sustentáveis – O objetivo do Depen é a criação de aparelhos públicos que possam ser mantidos pelos estados mesmo após a execução dos valores repassados.
O departamento já repassou recursos para a implantação dos Núcleos de Acompanhamento das Penas e Medidas Alternativas, e de Defesa dos Presos Provisórios vinculados ao Poder Executivo localizados nos estados do Acre, Alagoas, Ceará, São Paulo, Santa Catarina, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco e Piauí.

Desses, São Paulo, Bahia, Piauí, Minas Gerais e Pernambuco já possuem estruturas próprias e não dependem mais de verba do Ministério da Justiça.
Dezesseis unidades da federação não mantêm Núcleos de Acompanhamento das Penas e Medidas Alternativas ligados ao Poder Executivo. O acompanhamento é feito por meio de estruturas do Judiciário, Ministério Público ou Defensoria Pública.
Atualmente, o número de presos provisórios no sistema prisional chega a quase 40% do total de presos no país (218.437 de 513.802). Grande parte deles cometeu delitos passíveis de penas ou medidas alternativas.


Contexto – O Sistema Brasileiro de Penas e Medidas Alternativas teve seu modelo reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como uma das melhores práticas para redução da superlotação carcerária no mundo. Contudo, o Depen empenha esforços para fomentar a adoção de alternativas à prisão especificamente para os delitos de menor gravidade.
Em dezembro de 2011, foi criada, no âmbito do Ministério da Justiça, a Estratégia Nacional de Alternativas Penais (Enape), cujo objetivo é fomentar a política e a criação de estruturas de acompanhamento à execução das alternativas penais nos estados e municípios. A Enape – criada por meio da Portaria nº 2.594, de 24 de novembro de 2011 – é coordenada pelo Depen.
O texto da Portaria e demais informações sobre o projeto estão disponíveis no endereço: www.mj.gov.br/depen .

Curso online de Direitos Humanos

SESC BELENZINHO APRESENTA: PARAÍSO

Antonio Abujamra dirige texto inédito de Dib Carneiro Neto

Com Miguel Hernandez e Nathália Corrêa

A temporada estreia dia 9 de março e vai até 8 de abril

Um homem e uma mulher acertam as contas de um longo relacionamento em um espaço indefinido em que devem viver para sempre e que pode ser um paraíso ou uma prisão. O porquê dessa condição não se sabe, pois entre eles só havia uma paixão não realizada. E há ainda o filho dele, o qual não sabemos se foi morto ou não pelo próprio pai e nem os motivos que levam a esta questão.

Com direção de Antonio Abujamra, o texto original de Dib Carneiro Neto investiga questões existenciais. Esse casal, forçado ao convívio eterno, mostra-nos cruamente as crises, os delírios, as agressões e as paixões possíveis nos grandes relacionamentos amorosos.

Miguel Hernandez e Nathália Corrêa interpretam os protagonistas de Paraíso, à frente de um coro formado por 20 jovens atores. A produção da Cia. Anjos Pornográficos estreia no dia 9 de março, sexta-feira, às 21h30, na Sala de Espetáculos II do SESC Belenzinho.

Na encenação do diretor Antonio Abujamra, o teatro exige o coletivo e a carne. O coletivo se revela na atuação de dezenas de atores que interpretam o filho ausente. “O que é bom em segredo, é melhor em público”, já dizia Pirandello e enfatiza Abujamra. E completa o veterano encenador: “quanto à carne, está representada na concretude da cena, na essencialidade do gesto e na valorização da palavra, tudo isso convergindo para traduzir com maior fidelidade possível a complexidade do ser humano. ‘Se o inferno são os outros’, como pontificava o existencialista Jean-Paul Sartre, o paraíso deveria ser um monólogo. Não é.”

Essa multiplicidade de vozes não se limita aos personagens da cena, mas transborda no diálogo entre as artes componentes do Teatro, representadas por profissionais como o cenógrafo J.C. Serroni, o iluminador Wagner Freire, o músico André Abujamra e o figurinista Theodoro Cochrane, que criaram o ringue metafísico onde duelam os atores Miguel Hernandez e Nathália Corrêa, protagonistas do espetáculo.

Os delírios existenciais pelos quais passam esses personagens nos levam a sonhos e imagens de criações de grandes mestres como Tchecov, Pina Bausch, Oscar Wilde, Ingmar Bergman, entre outros.

Paraíso – Ficha Técnica
Texto de Dib Carneiro Neto
Direção e Adaptação de Antonio Abujamra
Elenco: Miguel Hernandez e Nathália Corrêa
Concepção Plástica: J.C. Serroni / Direção Musical: André Abujamra / Iluminação: Wagner Freire / Figurinos: Theodoro Cochrane / Coordenação Técnica: Pedro Paulo Zupo / Preparação de Atores: Emerson Danesi / Produção Executiva: Wagner Bastos / Preparação Corporal: Thais Lopes / Designer Gráfico: Carol Godefroid / Fotografia: Otavio Dantas / Vídeos: Raquel Pellegrini.

Atores Convidados: Alex Bartelli, Aline Assis, André Souza, Bel Brand, Caio Leal, Deni Carvalho, Felipe Velasque, Fernanda Metidieri, Flávia Araújo, Glaucia Helena, Irun Gandolfo, Joyce Salomão, Juliana Savioli, Lara Dezan, Ludmilla Corrêa, Márcia Corrêa, Mauricio Ludewig, Mayara Dellacarmo, Renata Hallada, Ricardo Mancini, Vanessa Corrêa, Victoria Moliterno.

Produção: AP Produções Culturais LTDA

Realização: SESC
Para mais informações: www.anjospornograficos.com.br

PARAÍSO – Serviço:
De 9/3 a 8/4/2012

Quinta a sábado, às 21h30; domingos, às 18h30. Não haverá espetáculo no dia 6/4 (Sexta-feira da Paixão)
Sala de Espetáculos II (120 lugares – acesso para pessoas com deficiência)
Faixa etária: Não recomendado para menores de 18 anos
Duração: 60 minutos
Ingressos à venda pela rede INGRESSOSESC a partir do dia 1/3.
R$ 24,00 (inteira); R$ 12,00 (usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino); R$ 6,00 (trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo matriculado no SESC e dependentes).

SESC BELENZINHO
Endereço: Rua Padre Adelino, 1000
Belenzinho – São Paulo (SP)
Telefone: (11) 2076-9700
www.sescsp.org.br/belenzinho

ESTACIONAMENTO
Para espetáculos com venda de ingressos:
R$ 6,00 (não matriculado);
R$ 3,00 (matriculado no SESC - trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo / usuário)
Para atividades gratuitas:
R$ 6,00 (1ª hora) + R$ 1,00 (p/hora) - (não matriculado)
R$ 3,00 (1ª hora) + R$ 1,00 (p/hora) - (matriculado no SESC - trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo/usuário)

Curso online de A Voz como Instrumento de Trabalho

Alimentação saudável melhora o humor e espanta a tristeza

Quem nunca sentiu uma sensação de bem-estar depois de um almoço saudável? Já é certo que os alimentos podem afetar o humor. Pesquisas em todo o mundo, como as da nutricionista inglesa Amanda Geary, da Food and Mood Project (Projeto Comida e Humor), já apontaram que um prato equilibrado com os ingredientes certos pode fazer bem não somente à saúde do corpo, como também desencadear sensações de tranquilidade e melhora da autoestima.

No livro A Dieta do Bom Humor, Sonia Tucunduva Philippi, pesquisadora da USP, relata como as pessoas depositam na alimentação a responsabilidade pela felicidade. “Durante um delicioso café, engolimos adicionalmente o estresse do trabalho e da vida urbana. As relações entre alimento e sentimento são tão primitivas para o ser humano que se estabelecem bem no comecinho da vida, quando, aos sermos colocados no peito materno, esboçamos um sorriso de prazer que nos faz adormecer felizes”, escreve Philippi.

No cenário brasileiro, a busca por alimentação de qualidade tem impulsionado o mercado de fast-food saudável. A tendência ainda é a procura por refeições rápidas, em razão da correria do dia a dia, mas dessa vez o destaque fica por conta dos restaurantes que oferecem alimentos leves e balanceados.

“As pessoas estão deixando de lado a obsessão por dietas e valorizando a reeducação alimentar, que incentiva hábitos alimentares saudáveis. Por mais que falte tempo, há mais preocupação com saúde e qualidade de vida. Também se sabe que pratos mais coloridos e diversificados ajudam na melhoria do humor e, por esse motivo, os cardápios são pensados de modo a atender a essas expectativas”, explica a nutricionista Débora Jureidini Tozo, que presta consultoria à rede de restaurantes Mixirica.

Outra mudança de comportamento, segundo a nutricionista, é a realização de várias refeições ao longo do dia. O hábito de alimentar-se a cada três horas reduz a capacidade do estômago, diminuindo a ingestão calórica, faz com que o organismo trabalhe mais para metabolizar nutrientes, controlando o apetite e evitando os exageros da alimentação compulsiva.

Pensando no valor nutritivo e investindo no sabor como diferencial, a rede de fast-food de comida equilibrada Mixirica busca suprir as necessidades alimentares de seus clientes em todas as refeições do dia, desde o café da manhã até o happy hour e jantar. O cardápio é estrategicamente elaborado priorizando a inovação, com variados tipos de sucos naturais, salada de frutas e sanduíches naturais, que podem ser montados de acordo com o gosto do cliente.

“Temos 44 sugestões de sucos naturais, entre eles, sabores misturados, com alto valor nutritivo, um diferencial da marca. As saladas também são variadas, abrangendo todo o tipo de público, de montagens mais simples às mais sofisticadas, sempre privilegiando o valor nutricional”, explica Débora.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos Dietéticos e Para Fins Especiais (ABIAD), empresas que oferecem produtos não apenas práticos como também alimentos saudáveis já movimentam US$ 5,2 bilhões por ano.

Curso online de Alimentação Vegetariana