PROGRAMA BALADA DA FADA

sábado, 21 de julho de 2012

Sebrae lança publicações sobre inovação em padarias

Estudo de Impacto e guia on line ajudam micro e pequenas empresas do setor na busca por competitividade

Os panificadores que querem melhorar os resultados de seus empreendimentos têm onde procurar informações e casos de sucesso para se espelharem. Basta consultar duas publicações para o segmento em todo o país, lançado pelo Sebrae, a Associação Brasileira da Indústria de Panificação (ABIP) e o Instituto Tecnológico de Panificação e Confeitaria (ITPC).
O estudo sobre os Impactos da Inovação Tecnológica na Panificação e Confeitaria mostra como os panificadores podem aplicar a tecnologia em seus negócios ao substituir equipamentos, melhorar a eficiência energética e o design, entre outros. O setor tem melhorado a competitividade, que se reflete no aumento do faturamento dos estabelecimentos.
Em 2011, as receitas foram de R$ 63 milhões, um crescimento de 12% em relação ao ano anterior. “Os empresários precisam colocar inteligência em todos os processos de produção da padaria, já que os custos estão cada vez mais elevados”, disse Marcio Rodrigues, presidente do ITPC.
Segundo a coordenadora nacional da cadeia de Panificação do Sebrae Nacional, Regina Diniz, vários estados apresentam elevado estágio de desenvolvimento e maturidade no negócio da panificação. Ela cita como exemplo São Paulo, estado que concentra o maior número de padarias, e o Espírito Santo, onde há grande organização do setor. Segundo a coordenadora nacional, as regiões Norte e Nordeste têm buscado conhecimento para impulsionar as padarias locais.
Uma das razões para o sucesso das empresas capixabas está no programa de consultoria Sebraetec, que leva serviços tecnológicos às micro e pequenas empresas. Segundo a gestora da carteira de panificação no Espírito Santo, Carla Tardiani, só no ano passado foram realizados 298 atendimentos de consultoria tecnológica no estado. Para este ano, estão previstos 352. “Um dos maiores gargalos dos panificadores é a eficiência energética e o licenciamento ambiental. Estamos trabalhando embalagens, rotulagens, design de lojas, melhoria de produtos e processos. Os resultados têm sido muito bons.”, disse Carla.
Guia
As três instituições também lançaram um guia on line com indicação de padarias que são referência em cada estado. O guia é resultado de uma pesquisa feita entre os estabelecimentos do setor em todo o país. “Foram selecionadas as panificadoras que servem de exemplo para outras empresas do setor. Foram levados em consideração itens como serviços diferenciados, atendimento adequado, delivery e produtos com valor agregado”, diz Regina Diniz. O guia e o estudo estarão em breve à disposição para download no portal do Sebrae.
As duas publicações são parte integrante das ações do convênio firmado em maio de 2011 entre a Abip, ITPC e Sebrae. O objetivo do acordo é promover ações estruturantes para o trabalho que o Sebrae realiza junto às micro e pequenas empresas do setor. “Inclusive com as informais que dependem da formalização para participarem dos projetos da instituição”, afirma Regina.
O lançamento do estudo e do guia on line ocorreram durante o Seminário de Tecnologia, que acontece paralelamente à Feira Internacional de Panificação e Confeitaria e do Varejo Independente (Fipan), um dos eventos mais importantes do setor.

Publicidade:

Spezzato - verão 2013




O mantra desta estação é: ¨Let it be beautiful¨, ou “deixe aflorar a beleza”uma infinidade de desenhos e padronagens foram  a força motriz da coleção verão 2013 para a Spezzato. Baseada nas mais diversas culturas ou influenciada pelas décadas do início do século XX, é tendência unânime o uso da estampa como ponte entre a realidade e a ficção.
Neste verão tudo é charme, graça e elegância. Mesmo com idéias diferentes, os resultados têm sempre como foco o universo do belo. O chic absoluto dos anos 20 e 30, nos remetem ao filme The Great Gatsby, com seu estilo art decô redesenhado e valorizado por bordados e aplicações em tons de ouro, prata e acobreados. Pérolas e franjas adornam vestidos, saias e blusas. Tons de laranja, preto, branco, azul aparecem nas estampas baseadas nas formas limpas do modernismo e misturam-se às formas geométricas dos anos 60.
Criamos uma coleção voltada à feminilidade e à beleza, sem deixar de lado a força que sempre nos inspira e renova.. O belo é a essência da mulher que existe dentro de nós. Então, Let it be beautiful!










Publicidade:

SP Escola de Teatro abre Processo Seletivo 2013



Chegou a hora de abrir novas vagas para os oito Cursos Regulares da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco. As inscrições começam nesta segunda-feira (23) e seguem até 23 de agosto. 

Para se inscrever nos cursos, que têm 139 vagas, distribuídas entre os períodos matutino e vespertino do primeiro semestre de 2013, os interessados precisam ser maiores de idade (ter 18 anos completos até a data de início das atividades letivas da Escola) e possuir Ensino Médio completo. As inscrições devem ser feitas online, a partir das 12 horas do dia 23 de julho e sempre até as 18 horas, no site: HTTP://
www.institutomais.org.br. A taxa para efetuar a participação no Processo Seletivo é de R$ 35 (mas, em certos casos, é possível solicitar a redução de 50% deste valor. Saiba quais são os requisitos para ter acesso a esse benefício no Capítulo 2 do Edital do Processo Seletivo:http://www.institutomais.org.br/Concursos/SP-Escola-de-Teatro---Processo-Seletivo-01-13/Detalhe).

O Processo Seletivo será realizado em duas fases. A primeira, de caráter eliminatório, tem dez questões objetivas de múltipla escolha e uma redação, e está prevista para 16 de setembro de 2012. O edital de convocação para a realização das provas da primeira fase deve ser divulgado em 5 de setembro de 2012. 


Já a segunda fase, de caráter eliminatório e classificatório, será composta por provas de aptidão, aplicadas pelos coordenadores dos Cursos Regulares da Instituição, e sua realização ocorrerá somente após divulgação do resultado da primeira fase. Essa etapa está prevista para acontecer entre os dias 15 de outubro e 24 de novembro. 

Conheça um pouco mais sobre cada curso e seu respectivo número de vagas e período:

I - Atuação (8 vagas – período vespertino)
Coordenador: Francisco Medeiros
O curso de Atuação destina-se à formação de atores-criadores. Entenda-se como ator-criador aquele que, como artista, tanto dialoga com as orientações gerais da encenação, definidas pelo diretor e toda a equipe, como assume a responsabilidade pelo desenvolvimento do seu processo de trabalho, vivenciando-o de forma independente em suas pesquisas e opções estéticas.  O curso pretende estimular a formação por intermédio da consciência da função social do artista e da sensibilidade crítica do ator para o mundo contemporâneo.
II - Cenografia e Figurino (18 vagas – períodos vespertino e matutino)
Coordenador: J. C. Serroni
A partir de conhecimentos básicos da área, o curso de Cenografia e Figurino capacitará os interessados em ingressar profissionalmente nesse universo. O curso abrangerá também o estudo das cenografias de áreas como cinema, televisão, exposições, eventos, entre outras. As aulas teóricas e práticas são complementadas por meio de contato com diversos profissionais experientes do setor.
III – Direção (16 vagas – períodos vespertino e matutino)
Coordenador: Rodolfo García Vázquez
O curso de Direção tem como função preparar encenadores com visão crítica e ampla sobre a sociedade e o fazer teatral. Formará encenadores que saibam lidar com todos os âmbitos da encenação e ordenar o fluxo de trabalho do processo de criação teatral através de uma expressão teatral singular. O curso abordará o estudo e a experimentação de diversas linguagens cênicas. O candidato deverá comprovar experiência de 5 (cinco) anos de atividade teatral por intermédio de um currículo circunstanciado, a ser apresentado na data da entrevista.
IV – Dramaturgia (14 vagas – períodos vespertino e matutino)
Coordenação: Marici Salomão
O curso, inédito no Brasil, visa despertar e instrumentalizar novos dramaturgos, em vários modos de produção textual. Equilibra teoria, técnica e prática, incluindo conteúdos que compõem a base de criação para outras mídias. Os textos criados pelos aprendizes são analisados em grupo e em plantões individuais, com dramaturgos especializados, e podem vir a ser publicados, lidos publicamente e/ou montados. O curso visa, ainda, a formação teórica e prática sobre postulados mais recentes, como o dramaturgismo.

V – Humor (17 vagas – períodos vespertino e matutino)
Coordenação: Raul Barretto
O curso de Humor visa a formação de humoristas e comediantes, capacitando-os para a atuação cênica. São contempladas a formulação de arquétipos, criação de personagens cômicos e a elaboração de uma dramaturgia cômica. Busca-se um ator-criador que contextualize sua obra e compreenda a dimensão histórica da função social do riso. O curso estará sintonizado com o fazer e o saber teatral de seu tempo.

VI – Iluminação (21 vagas – períodos vespertino e matutino)
Coordenação: Guilherme Bonfanti
O curso visa a qualificar aprendizes interessados na iluminação dentro do âmbito da arte.  Um dos seus propósitos é unir tecnologia de ponta com o que existe de mais artesanal nas maneiras de utilizar a iluminação, ressaltando a criatividade do técnico-artista e as alternativas na concepção de luz. Por meio da educação do olhar, o curso promoverá a aproximação de áreas importantes para a formação do artista da luz, em especial, artes visuais, cinema e música.
VII – Sonoplastia (22 vagas – períodos vespertino e matutino)
Coordenação: Raul Teixeira
O curso propõe a formação do aprendiz por meio de conhecimentos ligados à comunicação pelo som. O curso abrangerá estudos teóricos e práticos de diversos meios de produção de som, como música, ruídos ou voz. Trata-se da formação do sonoplasta com ênfase na dramaturgia sonora, teoria musical, repertório, técnicas em sonoplastia e práticas sonoras. As propostas do curso envolvem a música no teatro, cinema, rádio e televisão.

VIII - Técnicas de Palco (Cenotecnia) (23 vagas – períodos vespertino e matutino)
Coordenação: J. C. Serroni
O curso visa capacitar aprendizes interessados em se tornarem técnicos de palco. O que seria um técnico de palco? Aquele profissional que trabalha nos bastidores do teatro, auxiliando na construção e funcionamento do espetáculo. Em um mercado de trabalho atualmente tão carente desse profissional, o técnico de palco pode ser cenotécnico, diretor de cena, contrarregra, aderecista ou maquinista de espetáculos. A formação consiste em aulas teóricas e práticas, em ateliês e/ou oficinas. São quatro semestres com aulas presenciais, sendo um deles voltado também para o estágio obrigatório.

SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco
Sede Brás : Avenida Rangel Pestana, 2.410 – Brás
Sede Roosevelt: Praça Roosevelt, 210 – Consolação
Mais informações: tel. (11) 2292-7988
Informações:SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco
Fone: (11) 2292-7988
Horário: de 2ª a 6ª feira, das 9h às 18h
www.spescoladeteatro.org.br <http://www.spescoladeteatro.org.br> 


Publicidade:

Geraldo Alckmin inaugura nova unidade do Detran.SP em Guarulhos


O governador Geraldo Alckmin inaugura, na próxima segunda-feira (23), a nova unidade do Detran.SP em Guarulhos, na Região Metropolitana. A cerimônia será às 10h e terá a presença dos secretários Julio Semeghini ( Planejamento e Desenvolvimento Regional) e Davi Zaia (Gestão Pública), além da coordenadora adjunta do Detran.SP, Vera Schmidt, entre outras autoridades. Em seguida, os participantes visitarão as instalações da nova Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), dentro do Poupatempo da cidade.

Inauguração da nova unidade do Detran.SP em Guarulhos
Data: segunda-feira, 23 de julho
Horário: 10h
Local: 
Rua José Campanella, 189, no Bairro Macedo (dentro do Poupatempo) 

Vida e obra de Glauber Rocha em documentário de Silvio Tendler



Inédita no SescTV, a produção traz depoimentos do próprio Glauber e de nomes como Paulo Autran, Darcy Ribeiro, Nelson Pereira dos Santos, Arnaldo Jabor, João Ubaldo Ribeiro, Zuenir Ventura, Cacá Diegues e Othon Bastos

Dia 29/07, domingo, às 23h
  

“Glauber era um homem sem claquete”, diz o cineasta e articulista Arnaldo Jabor. Para o pesquisador italiano Adriano Pia, “Glauber era um cidadão do mundo”. Já o escritor francês Régis Debray define Glauber como “um nacionalista revolucionário, um artista, uma pessoa generosa”.  Diversos são os comentários e as lembranças que mais de 30 amigos, colegas e conhecidos de Glauber Rocha expõem no documentário Glauber o Filme, o Labirinto do Brasildirigido por Silvio Tendler. Na produção, o perfil e a obra de um dos principais nomes do Cinema Novo.
 
  
A produção, que estreia no dia 29/07, domingo, às 23h, no SescTV, exibe imagens inéditas do velório e do funeral de Glauber, em agosto de 1981, pontuadas por vídeos de diversas fases da vida do cineasta, que morreu vítima de septicemia (bactérias no sangue), aos 42 anos de vida. 
  
Depoimentos dos escritores e jornalistas João Ubaldo Ribeiro e Zuenir Ventura; dos cineastas Cacá Diegues e Orlando Senna; do antropólogo Darcy Ribeiro; dos atores Paulo Autran, Othon Bastos, Helena Ignês; dos atores e cineastas Hugo Carvana e Norma Bengell; entre outros, rememoram o amigo e o homem que mudou a história do cinema, alterando conceitos culturais do Brasil e influenciando cineastas. 
  
O documentário recorda o início da carreira de Glauber, quando, aos 20 anos, ele dirigiu seu primeiro filme O Pátio (1959); e os outros que produziu, alguns fora do Brasil. Entre eles estão: Barravento (1962), Deus e o Diabo na Terra do Sol (1964), Terra em Transe (1967); e O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro (1969). Com este, Glauber recebeu o prêmio de Melhor Direção no Festival de Cannes, na França. 
  
Expõe os 20 anos que o cineasta dedicou ao cinema brasileiro, dirigindo 15 filmes, além de ensaios, romances e peças teatrais. Comenta o início da doença; a morte; e acompanha o velório e o enterro. Neste, Darcy Ribeiro fala sobre o amigo e relembra o dia em que Glauber, abraçado a ele, chorava muito. “Glauber chorava a dor que nós devíamos chorar. Era a dor de todos os brasileiros.” “Glauber viveu entre a esperança e o desespero, como um pêndulo frouxo”. 
  
A produção aborda o último filme de Glauber, A Idade da Terra (1980), apresentado por ele na Mostra de Veneza. A crítica foi ruim, o público e até seus fãs não entenderam o filme, decepcionando o cineasta. Glauber protestou o resultado da premiação – que proporcionou o primeiro lugar ao cineasta Louis Malle - promovendo uma passeata por Veneza. 
  
A produção também revela o exilo de Glauber em 1971, por não aceitar o regime militar, passando por Nova Iorque, Paris, Roma, Chile, Peru, Cuba e Portugal; mostra o seu encontro, em Paris, com João Gulart (Jango) – Presidente do Brasil de 1961 a 1964; e o elogio que fez aos militares, causando polêmica. Narra o jeito como Glauber se comportava e trabalhava; sua relação com os atores; suas alegrias e frustrações; e a sua visão sobre o cinema brasileiro. Contempla ainda, entre outros temas, o encontro de Glauber com a atriz Helena Ignez; sua prisão, em 1965, por protestar contra a ditadura militar; a sua amizade com o escritor Jorge Amado; e a sua relação com as drogas. 
  
  
Documentário 
  
Glauber o Filme, o Labirinto do Brasil 
Direção: Silvio Tendler 
Estreia: 29/07, domingo, às 23h 
Reapresentações: 03/07, sexta, às 24h; 05/07, domingo; às 23h; 
Classificação Indicativa: 16 anos 
Produtora: Caliban Produções Cinematográficas 
Fotografia: Walter Carvalho. 
  
Entrevistados: João Ubaldo Ribeiro, jornalista e escritor; Zuenir Ventura, jornalista e escritor; Gustavo Dahl, cineasta; Mario Carneiro, cineasta; Helena Ignez, atriz; Cacá Diegues, cineasta; Orlando Senna, cineasta; Darcy Ribeiro, antropólogo; Maria Lucia Godoy; Fernando Birri, cineasta argentino; Lino Miccichè, crítico italiano; Pedro Del Picchia, jornalista e escritor; Ana Maria Magalhães, cineasta e atriz; Albino Castro Filho, jornalista; Sérgio Ricardo, compositor e cineasta; Arnaldo Jabor, cineasta e articulista; Zelito Vianna, cineasta; Rubens Gerchman, artista plástico; Jards Macalé, compositor; Manduka, músico e artista plástico; Neville d’Almeida, cineasta; Luis Carlos Barreto, fotógrafo e produtor; Nelson Pereira dos Santos, cineasta; Luis Carlos Maciel, escritor; Paulo Gil Soares, cineasta; Arnaldo Carrilho, diplomata e articulista; Othon Bastos, ator; Hugo Carvana, ator; Paulo Autran, ator; Sylvie Pierre, cineasta e crítica de cinema; Fabiano Canosa, produtor cultural; Andrés Racz, cineasta chileno; Norma Bengell, cineasta e atriz; Régis Debray, escritor; Paul Leduc, cineasta mexicano; Adriano Aprà, pesquisador italiano; João Carlos Teixeira Gomes, jornalista e escritor; César Saraceni, cineasta. 
  
Filmes: O Pátio (1959); Cruz na Praça (1959); Barravento (1962); Deus e o Diabo na Terra do Sol (1964); Terra em Transe (1967); Câncer (1968); O Dragão da Maldade Contra O Santo Guerreiro (1969); O Leão de Sete Cabeças (1970); As Armas e o Povo (1974), Claro (1976); Di Cavalcanti (1976); A Idade da Terra (1980). Trechos de “Cinema Novo”, de Joaquim Pedro de Andrade. 
  
Para sintonizar o SescTV 
Canal 3, da Sky 
Canal 137, da NET Digital nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro 
Canal 28, da Oi TV 
Canal 227, da CTBC 
Canal 228, da GVT 

Em outras cidades consulte: www.sesctv.org.br 

Siga o SescTV no twitter: http://twitter.com/sesctv 


Publicidade:

Matrículas de estudantes no programa Rede Ensino Médio Técnico começam segunda-feira

Sorteio foi realizado na tarde de ontem (20/07) Alunos sorteados devem efetivar a matrícula até o dia 3 de agosto nas instituições de ensino Começam na segunda-feira (23/07) as matrículas para os 48 cursos técnicos do programa Rede Ensino Médio Técnico (Retec).

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo realizou na tarde ontem (20/07) um sorteio, já que alguns cursos receberam um número de inscrições maior do que o de vagas oferecidas. No total, 9.906 estudantes se inscreveram. As aulas, sediadas em 88 municípios do Estado, estão previstas para começar no dia 13 de agosto, mesma data em que os outros 13 mil alunos recomeçarão os estudos iniciados em fevereiro deste ano. Os candidatos podem consultar o resultado do sorteio por meio do Portal da Educação (www.educacao.sp.gov.br).


 A ação foi necessária pois houve 365 inscrições para 20 cursos sediados em 16 cidades. Entre esses 365 alunos, 99 escolheram, no momento da inscrição, uma segunda opção de curso e terão vagas disponíveis. Os demais estudantes serão convocados apenas se houver postos remanescentes. A Retec é destinada aos alunos que, no ano passado, frequentavam a 2ª série do Ensino Médio ou a Educação de Jovens e Adultos (EJA) em escolas estaduais. 


Os cursos estão distribuídos em 10 eixos tecnológicos estabelecidos pelo MEC de formação técnica em diferentes setores da economia, como sucroalcooleiro, automação industrial, análise clínica, logística, informática, entre outros. É importante que os alunos que se inscreverem e foram sorteados efetuem até o dia 3 de agosto as matrículas nas respectivas instituições em que farão o curso. A matrícula é fundamental para que os estudantes garantam a vaga e possam frequentar as aulas. 


 Rede Ensino Médio Técnico Lançado em julho de 2011, o programa Rede Ensino Médio Técnico tem como proposta articular o Ensino Médio regular da rede estadual à educação profissional técnica.


 A educação técnica profissional é oferecida em duas modalidades, uma, de forma concomitante, e outra, integrada ao Ensino Médio. Na concomitante, o aluno cursa o Ensino Médio na rede estadual e o técnico à parte, em uma das instituições de educação profissional credenciadas pela Secretaria da Educação mediante chamada pública. No modelo integrado, a formação básica e o ensino técnico são oferecidos em um único curso estruturado por uma equipe técnica formada por representantes da Secretaria, do Instituto Federal e do Centro Paula Souza. A meta, até 2014, é alcançar 30% das matrículas no Ensino Médio articulado à educação profissional técnica de nível médio, beneficiando aproximadamente 450 mil estudantes.


Publicidade: