PROGRAMA BALADA DA FADA

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Alckmin reduz juros do Banco do Povo para 0,35%

Governo de São Paulo também aumenta de R$ 15 mil para R$ 20 mil o limite de empréstimo do programa de microcrédito
O governador Geraldo Alckmin anunciou nesta segunda-feira, 24, no Palácio dos Bandeirantes, redução da taxa de juros do Banco do Povo Paulista (BPP) de 0,5% para 0,35% mensais. Quando foi implantado, em setembro de 1998, o BPP cobrava taxa de juros de 1% ao mês. Em setembro de 2009, houve redução para 0,7% e, em novembro de 2011, caiu a 0,5%.
Alckmin também aumentou de R$ 15 mil para R$ 20 mil o limite de empréstimos do programa de microcrédito. Em 2013, o Governo de São Paulo teve bom resultado nas operações, com mais de R$ 193 milhões emprestados. O objetivo é bater o recorde neste ano.
O governador assinou, também, convênio para instalação de 12 agências do Banco do Povo nos escritórios do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) na capital. Em todo o Estado, 514 municípios contam com o programa, com 524 unidades do BPP instaladas.
“Temos três boas notícias para o empreendedorismo no Estado de São Paulo. A primeira é a redução da taxa de juros do Banco do Povo. Era de 0,5% ao mês, cai para 0,35% ao mês, sem correção monetária. Dá 4,2% ao ano. Como a inflação está em torno de 5,8%, é juro negativo, menor do que a própria inflação. A segunda é o aumento do crédito, que era de R$ 15 mil e passa para R$ 20 mil o teto. E em terceiro, temos agora, aqui na capital, 12 postos do Banco do Povo com o Sebrae”, disse o governador.
“O pequeno crédito é importante para o setor de comércio, capital de giro, comprar equipamento, montar o negócio. Mais da metade são mulheres, o que mostra como são empreendedoras e querem ter sua autonomia financeira. Aliás, isso cresce na população, o sonho de ter o próprio negócio. É o menor juro do Brasil e não é para consumo. É para melhorar a renda da população”, afirmou.
Sobre o BPP
Gerenciado pela Secretaria Estadual do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), o Banco do Povo Paulista favorece a geração de emprego e o aquecimento das economias locais por meio da promoção de atividades produtivas. Em 15 anos, o programa emprestou mais de R$ 1,25 bilhão a 336,1 mil empreendedores.
O BPP atende empreendedores formais ou informais, urbanos e rurais, microempreendedores individuais, produtores rurais, cooperativas e associações de produção formalmente constituídas do município. Podem solicitar empréstimos pessoas físicas ou jurídicas - ou seja, informais também podem se beneficiar -, desde que não ultrapassem faturamento mensal de R$ 30 mil. O crédito é para fins produtivos. O BPP não faz empréstimo para consumo. Depois de ter o cadastro aprovado, o empreendedor recebe o dinheiro em até 72 horas.
O BPP também oferece linhas de crédito especiais a mutuários da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) que desejam reformar ou ampliar o imóvel, a motofretistas que precisam se adequar à nova regulamentação do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a taxistas que queiram investir na profissão e a produtores rurais. A taxa de juros é a mesma.
Visando a capacitação do empresariado, o programa da SERT ainda oferece dez cursos gratuitos no formato de ensino à distância, por meio da Escola do Empreendedor Paulista: www.escoladoempreendedor.sp.gov.br.
Valores
- Mutuários da CDHU: o valor do empréstimo vai até R$ 7,5 mil, que podem ser pagos em 36 vezes.
- Motofretistas: podem se beneficiar com até R$ 6 mil para compra de novas motocicletas, ou de equipamentos que atendam à lei. Parcelamento em até 24 vezes.
- Taxistas: profissionais deste setor podem solicitar até R$ 10 mil e quitar as parcelas em até 24 meses.
- Produtores rurais: para quem deseja iniciar o negócio, o primeiro empréstimo tem limite de R$ 5 mil. Os que já desenvolvem a atividade podem solicitar até R$ 7,5 mil. O segundo empréstimo vai até R$ 10 mil e o terceiro, R$ 15 mil. São até 36 meses para quitar.
A relação completa de agências do BPP está no site www.bancodopovo.sp.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.