PROGRAMA BALADA DA FADA

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Orkut chega ao fim

Orkut chega ao fim nesta terça-feira: “falta de comprometimento do Google foi determinante”, analisa estrategista de marketing

Para Gabriel Rossi, a empresa não inovou e menosprezou a crescente popularidade do Facebook

O Google desativa nesta terça-feira, 30 de setembro, o Orkut - rede social que fez muito sucesso no Brasil e que estava em alta até agosto de 2011. Mas o que levou à morte da Orkut? Para o especialista em marketing Gabriel Rossi, diversos fatores levaram à queda de popularidade do Orkut. Entre eles está o fato de que a rede ficou parada, sem apresentar algo de novo para os usuários. “O Google menosprezou seu principal concorrente, o Facebook. Faltou comprometimento da empresa com seu produto”, afirma.

Segundo Rossi, em relação ao Orkut, o Facebook flexibilizou a navegação e melhorou a customização. “Sem falar que se tornou um fenômeno cultural na maioria dos países. A estratégia da rede social de Mark Zuckerberg sempre foi a de construir uma internet dentro da internet. E isto atrai os usuários, que encontraram várias vantagens no Facebook”, avalia.

O especialista também lembra que o Orkut não respeitou o conceito mais importante da web: autenticidade. “Havia um grande erro na concepção do Orkut: não se preocupar com a autenticidade dos perfis na rede. A quantidade de fakes desmoraliza o ambiente e cria uma massa grande de irrelevância e ofertas promocionais abusivas”.

Mas para ele o fator principal de queda do Orkut foi a linha seguida pelo Google. “A culpa é exclusivamente da falta de criatividade e dinamismo da organização com relação à identidade da rede social. O Google já não é uma empresa tão nova e sua missão como marca deixa bem claro a irrelevância do Orkut em sua estratégia corporativa – a de organizar a informação do mundo”, finaliza.