PROGRAMA BALADA DA FADA

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

POVO BRASILEIRO É TRAÍDO NAS ELEIÇÕES 2014


O Brasil passa por momentos turbulentos durante as eleições de 2014. Após a contagem de votos das urnas eletrônicas, começaram a surgir nas redes sociais vídeos com denúncias de possíveis fraudes no equipamento. O que parecia ser um fato isolado, surpreendeu todos com o surgimento de novos casos em questão de poucas horas.

Vários eleitores foram avisados de que alguém já havia votado. Outro eleitor encontrou material das eleições descartado e jogado no meio da rua como se fosse lixo; mesários relataram que receberam urnas com votos já registrados.

Todos os relatos estão gravados em vídeo e podem ser vistos na página da rede social www.facebook.com/queromeuvotodevolta.

Os únicos países que ainda adotam a Urna Eletrônica como ferramenta eleitoral ainda são o Brasil e a Venezuela. Ao contrário do que os governos afirmam, já está comprovado que a URNA é totalmente vulnerável a erros.

Com o escândalo dos internautas e a pouca divulgação dos casos pela Grande Imprensa, a população está se organizando para novas manifestações no dia 01/11 pedindo o Impeachment da Presidenta. Em apoio, o Senador da República Mario Couto Filho entrou com um pedido de Impeachment da Presidenta Dilma Rousseff, tendo como justificativa os abusos cometidos durante a administração do Partido dos Trabalhadores (PT).

Segundo o Senador, as altas taxas de impostos dos alimentos, que este ano somam aproximadamente R$2 Trilhões, como por exemplo uma taxa de 53% de imposto na gasolina, 78% nos perfumes, 48,28% nas contas de luz, 46,12% nas contas telefônicas, etc. Na Copa do Mundo, foram gastos R$20 bilhões, enquanto escolas e hospitais são precários. A perda das ações da bolsa da Petrobrás gerando uma dívida de R$345 bilhões; a dívida da Eletrobrás foi de R$19 bilhões, sem contar os R$80 milhões/ano perdidos em corrupção, fora o dinheiro que o Brasil manda para os países comunistas. Com esses valores seria possível construir 7.600 hospitais de grande porte; 760 mil escolas. Salientou durante o seu pedido, que Dilma Rousseff, não tomou iniciativa para investigar as irregularidades quando presidia o Conselho e tampouco depois de ser eleita Presidenta da República; a negociação da Petrobrás que resultou em uma operação desastrada do governo Petista reduzindo o valor de suas ações, entre outros desmandos governamentais.

A solução deste caso agora depende do Supremo Tribunal Eleitoral, justificar de maneira convincente as fraudes divulgadas pela população. A Assessoria de Imprensa disse que enquanto o STE não receber os processos judiciais não poderá manifestar-se.

Grupos estão se organizando para tomarem as medidas cabíveis em busca de respostas para mais esse escândalo brasileiro.



Jornalista Claudia Souza – MTB 50644/SP

Fontes: