PROGRAMA BALADA DA FADA

sábado, 28 de maio de 2016

PM intensifica policiamento na Imigrantes e Baixada Santista

O secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, anunciou na tarde deste sábado (28) que a Polícia Militar intensificou o policiamento na Rodovia dos Imigrantes e região da Baixada Santista para garantir um retorno tranquilo aos turistas que foram passar o feriado no litoral.

"Vim a Santos para garantir à população da Baixada Santista e turistas absoluta segurança para retornar aos seus destinos de origem”, disse o secretário. "Vamos intensificar ainda mais o policiamento para uma volta tranquila do feriado", completou.

O secretário da Segurança falou sobre a ação durante coletiva de imprensa relacionada ao crime que terminou com a morte de um adolescente de 17 anos, ocorrido na quinta-feira (26), na Rodovia dos Imigrantes.

Para coibir outras ocorrências no local, o secretário pediu à Ecovias - concessionária da rodovia - que sejam feitas melhorias de iluminação no final do muro existente no trecho, além da instalação de novas câmeras voltadas exclusivamente para o muro, o que ajudará para uma pronta ação da polícia.

Além disso, ainda será solicitada uma limpeza no entorno da via, para evitar que entulhos de uma obra próxima sejam usados pelos criminosos.

"Vamos aperfeiçoar o projeto já existente para dar mais segurança aos usuários da rodovia. O nosso objetivo é sempre esse, não é uma missão que começa e acaba, ela não tem fim", disse Mágino.

O coronel Ricardo Ferreira de Jesus, responsável pelo Comando de Policiamento do Interior 6 (CPI - 6), informou que o Batalhão de Ações Especiais de Polícia (BAEP) está realizando a Operação Saturação nas comunidades de Vila Esperança e Vila Natal, que ficam no entorno da via.

Segundo ele, ação irá continuar para garantir um retorno seguro aos turistas após o feriado prolongado. "Os 24 municípios da Baixada Santista estão com reforço. São mais 320 policiais militares do setor administrativo e 200 de vagas da Dejem [Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar]", enfatizou.

De ontem para hoje (28), a operação já possibilitou a prisão de três pessoas e a recuperação de dois carros roubados e um furtado.

Investigações

O delegado responsável pelas investigações do latrocínio e titular da Delegacia de Polícia de Cubatão, Antônio Sérgio Messias, disse que as investigações estão bem adiantadas e que há informações importantes a respeito dos participantes.

Ele ressaltou, ainda, que diligências estão sendo feitas em todo o município de Cubatão e que imagens de câmeras da Ecovias foram solicitadas pela Polícia Civil e estão sendo analisadas.

"As investigações estão avançadas, a esperança é de que em breve vamos capturar os autores", disse o delegado.

O retrato falado de um dos envolvidos foi divulgado. O homem é moreno escuro, magro, tem cerca de 1,75 m de altura e aparenta ter 18 anos de idade. Denúncias sobre o suspeito podem ser feitas pelos telefones (13) 3228-6444 / (13) 3361-1595 ou pelo Disque Denúncia (181), o sigilo é garantido.

O comandante da Polícia Militar Rodoviária, Mauro Cezar dos Santos Ricciarelli, também participou da coletiva de imprensa e explicou que um trabalho conjunto de prevenção primária foi desenvolvido no local da ocorrência, tanto que este é o primeiro caso do ano ocorrido naquele trecho.

O coronel Mauro lembrou, ainda, que o latrocínio aconteceu justamente quando uma viatura da PM Rodoviária fazia o retorno na rodovia para passar novamente pelo local. O adolescente chegou a ser socorrido por essa viatura.

“O crime migra, é nosso objetivo se antecipar a ele e é isso que nós perseguimos", ressaltou o comandante da PM Rodoviária.

O caso

Entre nove e 10 homens espalharam troncos de árvores no trecho do km 59 da Rodovia dos Imigrantes, na altura do município de Cubatão. O grupo tentou parar ao menos cinco veículos. Em um deles, os criminosos atiraram pedras e uma delas atingiu o estudante de 17 anos, no rosto.

Ele foi socorrido a um hospital municipal, mas não resistiu. Uma recepcionista, de 22 anos, que estava com o garoto, ficou ferida e passou por atendimento médico.

quarta-feira, 18 de maio de 2016

MICHEL TEMER TRANQUILIZA CLASSE ARTÍSTICA





O Presidente interino Michel Temer divulgou agora a noite um áudio tranquilizando a classe artística. Ele declarou que a fusão entre os Ministérios da Cultura e Educação tem por objetivo ampliar ainda mais os incentivos. 

www.baladadafada.com.br
facebook: baladadafada

sábado, 14 de maio de 2016

Golpe, por Célio Pezza*

Celio Pezza
O legítimo processo de impeachment da presidente Dilma finalmente foi votado no ultimo dia 11 de maio pelo Senado, que decretou por 55 votos a favor e 22 contra, o afastamento de Dilma e o início do fim do governo petista. Dilma e seus aliados destruíram a economia do país, mas, felizmente, não acabaram com o sonho de muitos brasileiros que acreditam na justiça e na forma honesta de governar.

Graças ao Juiz Sérgio Moro e a Polícia Federal, muita sujeira já foi mostrada ao povo brasileiro. O “projeto criminoso de poder”, conforme definição do Ministro do STF, Celso de Mello, durante o julgamento do Mensalão, veio à tona, e Lula e Dilma não tem como negar, a não ser pela repetição do mantra “é golpe” que criaram para seus fanáticos seguidores.

Os próprios ministros do STJ já afirmaram que “impeachment não é golpe”, uma vez que se trata de instrumento legal previsto na Constituição brasileira. Não podemos nos esquecer de que o fato de um presidente ter sido eleito, não lhe dá o direito de destruir a economia do país, fazer uso inapropriado de recursos públicos e participar do maior esquema de corrupção que já se viu na História para abastecer de propinas a sua base governista e campanhas eleitorais, como está sendo mostrado nas investigações da Operação Lava Jato.

As revelações, inclusive do Senador Delcídio do Amaral, ex-líder do governo petista no Congresso Nacional, são ainda mais contundentes, pois mostram que Lula e Dilma não só sabiam como participaram de inúmeras operações criminosas. Isso sim pode ser chamado de golpe. O verdadeiro golpe foi praticado pelo governo petista, quando saqueou os cofres públicos e usou a máquina governamental para levar o país à bancarrota.

Esse golpe acabou com algumas conquistas, como o controle da inflação, o equilíbrio das finanças públicas e causou uma enorme crise econômica e desemprego no Brasil. Golpe é o marqueteiro do partido, João Santana, ter criado mentiras para iludir o povo brasileiro e promover a reeleição de Dilma. Golpe é a destruição da maior empresa brasileira, a Petrobras, através de roubos bilionários.

O Brasil clama por justiça e ela vai chegar para colocar na cadeia os verdadeiros golpistas, independente de partidos. O ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, já afirmou que o PT tinha o plano perfeito para se eternizar no poder, mas a operação Lava Jato estragou tudo. A verdade apareceu e a casa caiu.

Não adianta mais os governistas, como fanáticos religiosos, repetirem seu mantra “é golpe” e tentarem de todas as maneiras burlarem um verdadeiro processo democrático.

*Célio Pezza é colunista, escritor e autor de diversos livros, entre eles: As Sete Portas, Ariane, A Palavra Perdida e o seu mais recente A Tumba do Apóstolo. Saiba mais em www.facebook.com/celio.pezza

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Sobre Célio Pezza

O escritor Célio Pezza, 64 anos, iniciou a carreira de escritor em 1999, movido pela vontade de levar as pessoas a repensarem o modelo de vida atual dos seres humanos. Seus livros misturam realidade e suspense, e Celio já tem 8 livros publicados, inclusive no exterior, e é colunista colaborador de dezenas de jornais e revistas por todo o país. Saiba mais em: www.facebook.com/celio.pezza

quinta-feira, 12 de maio de 2016

LULA RETORNA HUMILHADO APOS AFASTAMENTO DE DILMA ROUSSEFF





Após a despedida na aceitação do processo de impeachment da Presidente Dilma Rousseff, pelo Supremo Tribunal Federal, ontem (12/05), o Ex-Presidente Luis Inácio Lula da Silva, demonstrou claramente sua indignação. Prostrado e derrotado, o ex-metalúrgico retorna à estaca zero. Humilhado e visivelmente decepcionado com sua cúmplice, saiu sem dizer nenhuma palavra. Já não gozava mais da honrosa pompa de um homem outrora respeitado, vestido com a fantasia de cordeiro, que enganou todos os eleitores brasileiros. 

Depois de tantas demonstrações de valentia, enquanto Dilma era Presidente, o seu comparsa, Ex-Presidente Lula, que cheio de vitalidade ameaçava o juiz Sérgio Moro, que nas eleições de 2014 bradou que faria "o diabo" para manter o PT no poder, agora recua, com o rabinho entre as pernas, desgastado e com cara de derrotado. Calado, Lula viu o seu sonho de reeleição em 2018 escorrer pelo ralo do banheiro do gabinete presidencial. Fraudaram urnas, associaram o Brasil no Foro de São Paulo, junto com narcotraficantes e terroristas; esvaziaram os cofres do Brasil, macularam a nossa imagem no exterior até virarmos chacota mundial... Mas ainda falta uma coisa: A prisão do chefe da máfia, do mentor do bando... Até lá, os brasileiros ainda correm o risco de viverem na pele o que vive a nação Venezuelana; nossos irmãos, que infelizmente, não tiveram a mesma chance que nós, porque quando acordaram, já era tarde demais...



www.baladadafada.com.br

Facebook: baladadafada

LULA RETORNA HUMILHADO APOS AFASTAMENTO DE DILMA ROUSSEFF





Após a despedida na aceitação do processo de impeachment da Presidente Dilma Rousseff, pelo Supremo Tribunal Federal, ontem (12/05), o Ex-Presidente Luis Inácio Lula da Silva, demonstrou claramente sua indignação. Prostrado e derrotado, o ex-metalúrgico retorna à estaca zero. Humilhado e visivelmente decepcionado com sua cúmplice, saiu sem dizer nenhuma palavra. Já não gozava mais da honrosa pompa de um homem outrora respeitado, vestido com a fantasia de cordeiro, que enganou todos os eleitores brasileiros. 



Depois de tantas demonstrações de valentia, enquanto Dilma era Presidente, o seu comparsa, Ex-Presidente Lula, que cheio de vitalidade ameaçava o juiz Sérgio Moro, que nas eleições de 2014 bradou que faria "o diabo" para manter o PT no poder, agora recua, com o rabinho entre as pernas, desgastado e com cara de derrotado. Calado, Lula viu o seu sonho de reeleição em 2018 escorrer pelo ralo do banheiro do gabinete presidencial. Fraudaram urnas, associaram o Brasil no Foro de São Paulo, junto com narcotraficantes e terroristas; esvaziaram os cofres do Brasil, macularam a nossa imagem no exterior até virarmos chacota mundial... Mas ainda falta uma coisa: A prisão do chefe da máfia, do mentor do bando... Até lá, os brasileiros ainda correm o risco de viverem na pele o que vive a nação Venezuelana; nossos irmãos, que infelizmente, não tiveram a mesma chance que nós, porque quando acordaram, já era tarde demais...



www.baladadafada.com.br

Facebook: baladadafada

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Insegurança alimentar severa no Brasil é inferior a 0,5%, aponta FAO



Experiência brasileira em formatar indicador foi modelo para organismo internacional desenvolver Relatório Vozes da Fome, que avaliou 146 países

O Brasil é um dos oito países do mundo em que a insegurança alimentar severa, onde a privação de alimentos é grave, é inferior a 0,5% de sua população de 15 anos ou mais de idade. O dado consta do relatório Métodos para estimar taxas de prevalência comparáveis de insegurança alimentar entre adultos do mundo, do projeto Vozes da Fome, da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), lançado em abril.


O documento aponta que Azerbaijão, Bielorrúsia, Butão, China, Israel, Suíça e Tailândia estão na mesma situação que o Brasil. Na Noruega, a insegurança alimentar severa atinge a 0,6% da população, enquanto que, na Dinamarca e Alemanha, o índice é de 0,7% e, nos EUA, é de 1,2%.

O trabalho foi feito pelo Instituto Gallup, junto a 160 mil pessoas em 200 línguas diferentes em 150 países. Para sua elaboração, foi utilizada uma única ferramenta de pesquisa junto aos países desenvolvidos e em desenvolvimento. O questionário avalia se a pessoa, nos últimos 12 meses anteriores ao contato, tiveram dificuldade de acessar alimentos e, se sim, se o motivo é por falta de renda ou outros recursos.

A pesquisa teve por modelo a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar, desenvolvida pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). “O Brasil foi pioneiro no uso deste instrumento, sendo seguido depois pelos Estados Unidos”, destacou, no ano passado, Carlo Cafiero, economista da Divisão de Estatística e Análise sobre Segurança Alimentar da FAO. Para ele, o trabalho conjunto de MDS e IBGE demonstrou a forte relação entre as instituições do governo, preservando autonomia e neutralidade na geração das informações.

Superação – A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, conta que, a partir de 2004, o governo brasileiro assumiu o problema da fome como uma agenda central para o Brasil e desenvolveu um conjunto de políticas que permitiram que o país pudesse realmente alterar de forma estrutural a realidade das pessoas. De acordo com ela, o objetivo era alterar efetivamente a vida dessas pessoas, acabando com a dependência da doação de alimentos.

E a garantia do acesso à renda para milhões de brasileiros foi fundamental. “Não existia a fome no Brasil por não haver alimentos. Tinha fome no Brasil porque as pessoas não tinham renda. Então, assumir o combate à fome e à pobreza como prioridade do governo e, a partir daí, ampliar a renda das famílias com aumento do salário mínimo, geração de empregos, Bolsa Família e outras políticas de geração de renda permitiu que essas famílias tivessem acesso a alimentos que já eram produzidos no Brasil. O governo conseguiu dessa forma criar uma nova realidade.”

A ministra aponta que ainda existem desafios, principalmente junto aos povos e comunidades tradicionais, como comunidades indígenas, ribeirinhas e quilombolas. “O Brasil avançou muito, mas ainda há muito a fazer. Não podemos descansar enquanto houver um brasileiro em situação de insegurança alimentar. Precisamos avançar e ampliar o acesso à alimentação saudável e avançar também no desenvolvimento de políticas específicas para públicos com características muito peculiares, como é o caso dos indígenas.”

Para isso, afirma Tereza, é necessária a colaboração dos governos - municipais, estaduais e federal - e das entidades da sociedade civil. “Só tem uma forma de a gente continuar avançando no Brasil: com políticas públicas, transparência, participação e com controle social. Os nossos conselhos de segurança alimentar e nutricional [Consea federal, dos estados e dos municípios] têm de continuar ativos e participantes para que a gente avance cada vez mais, não apenas superando a desigualdade, mas melhorando a qualidade da alimentação da população.”

Planejamento – Na última quinta-feira (5), a Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan) aprovou o 2º Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (PlanSAN), principal instrumento de planejamento, gestão e execução das ações para o período de 2016 a 2019.

O PlanSAN é comp osto por nove desafios, 121 metas e 102 ações, tendo como principais diretrizes a promoção de hábitos alimentares mais saudáveis e adequados pela população brasileira e o combate à insegurança alimentar em grupos populacionais específicos. Outra diretriz importante é controlar e prevenir os problemas decorrentes da má alimentação, como a obesidade e o sobrepeso.

Marcela Godoy e Renato Guedes lançam versão adulta de PAPA CAPIM





A escritora Marcela Godoy e o artista visual Renato Guedes lançaram em 05/05 na livraria FNAC em São Paulo, o livro "Papa Capim", uma releitura do personagem de Mauricio de Sousa, que surgiu em 1960 e que agora na trama "Noite Branca", ressurge adolescente, numa história de terror que prende o leitor e o leva à reflexão da realidade.

www.baladadafada.com.br
facebook: baladadafada

Waldir Maranhão anula sessões do impeachment de Dilma Rousseff







Após ter viajado com avião da FAB até Brasília junto com  o governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB),  forte aliado de Dilma Rousseff,  o novo presidente da Câmara Waldir Maranhão,  que assumiu no lugar de Eduardo Cunha,  resolveu cancelar as sessões do impeachment  na câmara,  a pedido do advogado geral da União José Eduardo Cardozo.



 Waldir Maranhão declarou em nota que considerou válida,  a interpretação da defesa de Dilma Rousseff,  no que diz respeito a orientação que os parlamentares receberam para votarem  de acordo com a opinião dos partidos,  desrespeitado a opinião pessoal de cada um;  também considerou o resultado da votação deveria ter sido formalizado de acordo com o que dispõe o regimento interno da Câmara dos Deputados,  fato que não ocorreu.  Sendo assim,  ele cancelou as pessoas realizadas nos dias 1516 e 17 de Abril e determinou que uma nova sessão seja realizada para deliberar sobre a matéria no prazo de cinco sessões contadas da data em que o processo foi devolvido pelo senado à Câmara dos Deputados.