PROGRAMA BALADA DA FADA

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Eniac está com inscrições abertas para vestibular 2017.

O Centro Universitário Eniac está com as inscrições abertas para o vestibular do primeiro semestre de 2017. A área de formação Gestão e Negócios da instituição contempla cursos de bacharelado em Administração, Logística, Publicidade e Propaganda e Ciências Contábeis. Para os interessados em ensino de curta duração, o Eniac oferece tecnólogos em Processos Gerenciais, Recursos Humanos, Logística, Marketing, Gestão Ambiental, Gestão Financeira e Técnico em Contabilidade (1 ano). A processo seletivo dos cursos acontece com prova agendada que pode ser realizada de segunda a sexta-feira das 9h às 20h e aos sábados das 9h às 13h. As inscrições devem ser feiras no site www.eniac.com.br/graduacao.

Os cursos oferecidos pelo Eniac são reconhecidos pelo MEC (Ministério da Educação) e estão disponíveis nos formatos presencial, flexível - que mescla ensino presencial e a distância - e EAD (educação a distância). O ensino da área de Gestão e Negócio prepara os estudantes para o mercado de trabalho e tem por objetivo capacitá-los em transformar oportunidades em novos negócios.

Entre as graduações ofertadas, o curso de Administração oferece aptidão e capacidade para o planejamento, habilidades e competências ligadas ao comportamento empreendedor, características que são imprescindíveis para qualquer profissional. Para estimular os jovens, o Eniac possui o Centro de Empreendedorismo Eniac, local em que os estudantes criam negócios reais e startups, desenvolvem novos modelos de negócios e constroem protótipos de produtos aplicando métodos para garantir a viabilidade de mercado.

Fernando Domingues, diretor de inovação do Eniac, diz que por meio de uma metodologia de aprendizado ágil, baseada em projetos reais, é possível valorizar a vivência profissional individual e o desenvolvimento de novas competências e conhecimentos na educação. "Temos como missão formar profissionais, empreendedores e gestores motivados a desenvolver uma gestão eficaz e alinhada com os objetivos do mercado", completa Domingues.

Google For Education
Para modernizar o processo educacional o Eniac aderiu ao Google for Education com o objetivo de apoiar as inovações educacionais e simplificar a gestão tecnológica e acadêmica da instituição. O Google for Education é uma solução tecnológica e educacional que une ferramentas, aplicativos e dispositivos como o Google Classroom, que facilita a distribuição de tarefas, a criação de turmas e o feedback dos professores, e de dispositivos como os Chromebooks, que colocam o estudante como protagonista de seu aprendizado.

Informações adicionais podem ser obtidas no Centro Universitário Eniac, localizado na Rua Força Pública, 89, Centro, Guarulhos das 8h às 21h - Telefone: (11) 2472-5500.

SOBRE O ENIAC

Fundado em 1985 como escola técnica, ao oferecer cursos na área de microinformática, o Eniac é uma instituição de ensino que tem como premissa utilizar a inovação tecnológica a serviço da aprendizagem. Atua na educação básica e ensino técnico profissionalizante, passando pelo ensino médio integrado ao técnico. Desde 2002 atua no ensino superior, quando fundou a Faculdade Eniac, que proporciona aos alunos aprendizado dinâmico, independente e adaptado à realidade contemporânea. Em 2016 foi reconhecida pelo MEC como Centro Universitário

O Grupo Eniac tem como missão educar e formar cidadãos para obter sucesso na vida, sendo competentes no mercado de trabalho e responsáveis com o meio ambiente. Recentemente, firmou parceria e se tornou case da Google e da Amazon Web Services (AWS), consolidando-se como uma referência em tecnologia e inovação na educação básica e superior no Brasil. Em seu campus, localizado na cidade de Guarulhos (SP), trabalham cerca de 450 colaboradores, entre docentes e profissionais responsáveis por questões administrativas.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Centro Universitário Belas Artes de São Paulo - Vestibular 2017


Centro Universitário Belas Artes de São Paulo abre inscrição para graduação em Mídias Sociais Digita

Instituição é a única do país a oferecer curso superior na área
Estão abertas as inscrições para as provas agendadas para o vestibular 2017 do curso de Mídias Sociais Digitais do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, referência em Economia Criativa no país. Os interessados podem se inscrever até o dia 27 de fevereiro no site da instituição.

Criado em 2014 em parceria com a empresária de moda Alice Ferraz, o curso tornou-se a primeira graduação 100% focada em mídias sociais digitais e tem como objetivo formar profissionais capacitados a produzir conteúdo para o meio digital, administrar redes sociais e entender as necessidades de cada empresa dentro do universo online.

Com dois anos de duração, o conteúdo é direcionado tanto para o público que deseja profissionalizar seu blog pessoal, quanto os que almejam trabalhar a reputação de empresas e indivíduos na sociedade on-line. A matriz curricular contempla matérias direcionadas em proporcionar uma formação completa. As disciplinas se dividem em cinco eixos: Cultura e Sociedade; Mídia e Linguagem; Tecnologia Digital; Business; Direção de Arte. Entre as disciplinas, destaque para Digital branding, Digital coolhunting, Sociedade digital e Criação Visual e Multimídia.

Inscrições pelo site www.belasartes.br/vestibular.

Sobre o Centro Universitário Belas Artes de São Paulo


Referência em Economia Criativa no Brasil, o Centro Universitário Belas Artes de São Paulo tem por missão criar, produzir e difundir conhecimento por meio das artes, da cultura e das ciências humanas e sociais, visando a formação humanística e despertando em seus alunos o desejo permanente de aperfeiçoamento cultural e profissional nessas áreas. Fundado em 1925, o Centro Universitário Belas Artes de São Paulo é uma das mais tradicionais instituições de ensino do país e é a escola ideal para aqueles que valorizam a criatividade, a liberdade de expressão e buscam conhecimento com aplicação prática. Esse ambiente criativo e estimulante é proporcionado pelo caráter interdisciplinar dos cursos, pela qualificação dos professores e pela infraestrutura completa oferecida. Estes são aspectos favoráveis à formação diferenciada do futuro profissional que poderá exercer a carreira escolhida com competência e personalidade.


segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

FUNDAÇÃO DO CÂNCER DÁ DICAS DE PREVENÇÃO AO CÂNCER DE PELE

Com a chegada do verão, é preciso redobrar os cuidados com a pele. A exposição solar sem proteção e fora dos horários recomendados é a principal causa de câncer de pele não-melanoma, o mais comum na população brasileira. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), corresponde a 30% de todos os tumores malignos registrados no país.

Para o biênio 2016-2017, de acordo com o Inca, são estimados 175.760 novos casos da doença. Apesar de ser o que acomete mais pessoas, o câncer de pele é o tipo com mais baixa mortalidade e altos índices de cura, podendo chegar a 90%, se diagnosticado precocemente, aliado ao tratamento adequado.

A boa notícia é que com a adoção de medidas simples no dia a dia e acompanhamento médico regular é possível prevenir o câncer de pele. Confira as dicas do médico epidemiologista e do oncologista clínico da Fundação do Câncer, Alfredo Scaff e Frederico Müller.

· Horários recomendados para exposição ao sol

Deve ser antes das 10h e após as 16h. Fora desses períodos, a radiação solar é muito perigosa, pois favorece o envelhecimento precoce e aumenta os riscos de desenvolver câncer de pele. Com o banho de sol nos horários recomendados é possível garantir ainda boa absorção de vitamina D, que, entre os benefícios, fortalece os ossos.

· Cuidados na praia ou piscina

Na praia, na piscina ou em qualquer outro local onde haja exposição ao sol, a proteção é sempre a melhor opção. Por isso, use sempre chapéus, bonés, roupas com proteção UV e guarda-sol (feito de algodão ou lona, evitando barracas de nylon). É essencial o uso de filtro solar com, no mínimo, FPS 30, contra radiação UVA e UVB, no corpo e nos lábios. Reaplicar o produto a cada duas horas ou menos, nas atividades de lazer ao ar livre. Eles ajudam a bloquear a ação dos raios solares. Também é importante a utilização de óculos escuros com filtro ultravioleta, que previnem lesões oculares.

· Profissionais que trabalham ao ar livre

Os tumores de pele estão relacionados a alguns fatores de risco e, principalmente, à exposição aos raios ultravioletas do sol. Pessoas que trabalham sob o sol são mais vulneráveis ao câncer de pele não-melanoma. Além dos cuidados básicos de proteção, quem trabalha ao ar livre durante o dia deve usar camisas de manga longa e calças compridas e buscar abrigo na sombra. O protetor solar deve ser repassado na frequência indicada pelo profissional de saúde. Vale ressaltar que, fora do prazo, eles não oferecem proteção. Essas orientações também são válidas para quem pratica atividades físicas ao ar livre.

· Sintomas que podem indicar câncer de pele

Feridas na pele que demoram a cicatrizar (em um período maior que quatro semanas), variações na cor de sinais que já existiam, manchas que coçam ou sangram e o surgimento de pintas com bordas irregulares podem ser indicativos da doença.

Importante destacar o chamado “ABCD” da transformação de uma pinta em melanoma. Ou seja: Assimetria – uma metade diferente da outra; Bordas irregulares – contorno mal definido; Cor variável – várias cores em uma mesma lesão; Diâmetro – maior do que seis milímetros. Caso perceba algum desses sintomas em você ou alguém da sua família, procure um profissional de saúde o mais rápido possível. O diagnóstico precoce é um bom aliado no tratamento da doença. Por isso, é fundamental o acompanhamento médico periódico.

· Grupos de risco na população

O câncer de pele se manifesta, na maioria dos casos, em pessoas com mais de 40 anos, de pele clara, olhos azuis ou verdes, cabelos loiros ou ruivos, pessoas albinas, histórico de câncer de pele pessoal ou na família e em forma de feridas, nódulos ou pintas em qualquer parte do corpo. A doença é relativamente rara em crianças e pessoas de pela negra, com exceção dos portadores de lesões cutâneas anteriores.


· Riscos do bronzeamento artificial

As câmaras de bronzeamento artificial trazem riscos comprovados à saúde, e, em 2009, foram reclassificadas como agentes cancerígenos pela Organização Mundial de Saúde (OMS), no mesmo patamar do cigarro e do sol. A prática de bronzeamento artificial antes dos 35 anos aumenta em 75% o risco de câncer de pele, além de acelerar o envelhecimento precoce e provocar outras dermatoses.